terça-feira, 13 de julho de 2010

O que mais você quer?

Há momentos como esse todos os dias:
Assustadores, em que estamos tão felizes, e tudo vai tão bem que se chega a duvidar...
E essa duvida nada mais é do que a impotência diante do que não se pode manter para sempre.

Por isso, eu que já achei que não merecia tanta felicidade, só espero o próximo instante se consumir em alegria, tristeza ou perfeição. O dia de amanhã não cabe a mim escrever, vivo um pouco do passado, sorrio agora amando o presente. Sem ansiedades, sem rótulos, sem o medo de ser feliz.

Todos nós merecemos isso, e vejo tanta gente perder segundos preciosos tentando arrumar motivos ou defeitos, usando a máxima “é bom demais pra ser verdade”, é bom demais uma porra, eu já passei momentos terríveis, mereço ter a certeza que isso é real, que é pra mim!

Mereço ver as horas passarem rápido demais, a euforia, e essa segurança absurda de saber que a tua boca guarda beijos tão doces.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carpe Diem,Tempus fugit.