terça-feira, 15 de junho de 2010

Dia dos namorados

Minha aquariana amada, não sei como seria minha vida sem suas risadas e sem ter ela me pedindo comida o tempo todo... Eu só sossego quando ela fica feliz.
Eu amo tanto porque ela é minha irmã,
minha cara-metade feminina,
é o bom dia que eu não sei dar,é o meu bom humor quando raia o dia
e é ela que tem minha voz quando preciso pedir desculpas e não consigo.
Ela é o pedacinho que me completa.
É eterno porque é amizade,é amor,é de sangue!
Amigas até morrer!


A gente sempre brinca que namora e já faz quatro anos, tem até gente que acredita, mas você não poderia ter definido melhor: Em se tratando de confiança, amor, respeito, sim, nós namoramos porque somos melhores amigas... mas não, eu não transo com ela. E é por aí mesmo, já diz o ditado que amor sem sexo é amizade.

Passou mais um dia dos namorados e mesmo tendo que dar atenção ao seu namorado (de verdade!) você não esqueceu de mim, não esqueceu que sou uma canceriana bobona que adora corujas... naquele dia fiquei pensando em como um bichinho do meu tamanho pode conter tanto amor...em como os presentes podem eternizar os momentos até mais que uma foto,a Ellie é uma coruja gorda tão amada quando o Cleopaucius,ela leva consigo o carinho de duas irmãs.

E um dia,quando minha alma se for,minha filha vai encontrar essa corujinha e lembrará a importância de se ter amigos que transmitem seu amor a qualquer coisa em que tocam.
Obrigada amiga. Amo-te muito.

Porque eu fiz esse post se poderia simplesmente falar?
Você sabe que meu blog é a voz das coisas que não consigo dizer, é minha válvula de escape, é a liberdade de expressar minhas fantasias e de deixar voar minha imaginação ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carpe Diem,Tempus fugit.