terça-feira, 22 de junho de 2010

Pra não dizer que eu não tentei

O que aconteceu comigo?
Finalmente um dia ruim depois de tanto tempo... Muito tempo.

Ciúmes, angustia, inveja, raiva, saudade, confusão, medo
Finalmente um desastre total

Desordem e caos, e no meio dessa tempestade eu completamente desorientada
Cheia de mim, sufocando em sensações que há muito eu desconhecia

Estou tentando me proteger. Estou tentando te proteger de mim.

O que você quer? Não te respondo que sim, nem que não... Se contente em saber que estou com você...
A fúria da razão vai me matar, não consigo respirar,
O pavor está me consumido. Não consigo parar de tremer.
Adrenalina. Arritmia.

Hoje fiquei com febre, e o pior é saber que passa
E passa tão rápido como um relâmpago...

Estou precisando de você, me salva, por favor, devolve meu ar, alivia minha dor.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Mentiras Sinceras


"Como ciumento sofro quatro vezes: porque sou ciumento, porque me reprovo de sê-lo, porque temo que meu ciúme machuque o outro, porque me deixo dominar por uma banalidade: sofro por ser excluído, por ser agressivo, por ser louco e por ser comum".
Roland Barthes


Que atire a primeira pedra aquele que não quer ser especial. Quem de nós ousaria recriminar aquele que quer ser o primeiro, o melhor, único na vida de alguém. Quem não se derrete ao ouvir que “aquela” pessoa nunca sentiu nada igual por ninguém.

Mentiras sinceras para serem boas, têm também que ser “verdade”. Verdade, nem que seja naquele momento. É meio estranho ouvir as pessoas reclamarem, dizerem que querem a verdade, ninguém quer ouvir 100% de verdade:

- Oi amor, como foi seu dia?
-Foi ótimo, sabe aquela minha ex-namorada modelo? Encontrei com ela vindo pra casa, continua gata, ela deu em cima de mim, até mexeu comigo, mas achei melhor vir pra casa, pensei na gente.

Depois dessa conversa a garota está tremendo e babando, ela ainda não conseguiu dizer nada porque está vasculhando o ambiente em busca de qualquer objeto cortante. É isso, ninguém quer 100% de verdade, o que ela gostaria de ouvir:

- Oi amor, como foi seu dia?
-Foi ótimo, sabe aquela minha ex-namorada modelo? Encontrei com ela vindo pra casa.
- Ela ainda é bonita?(Desconfiada)
-Nem reparei.

Queremos saber ou não?

Não sei mais. Dói tanto. Ideal, ideal mesmo é ter alguém fiel e que não olhe pros lados. Impossível, eu mesma seria hipócrita se dissesse que nunca pensei, que nunca olhei.
Não fazer é a parte mais fácil, pior é sentir, é querer, é se julgar, é ter a certeza que tem algo errado e ser incapaz de saber o que. Ao mesmo tempo em que o ciúme tem um lado muito ruim, ele se faz necessário.

O que seria da nossa vida se todos dissessem só a verdade sobre tudo? Acredito em algo que chamo de “sofrimento gratuito”, algumas coisas não precisam ser ditas, simplesmente porque o valor delas é insignificante perto do que elas podem causar na alto-estima de alguém, você não precisa dizer pra sua parceira que acha a Carol Castro gostosa se isso for fazer ela se sentir um lixo e coisas que causam sofrimento gratuito são muito relativas.

Quanto a mim, não sei se mentiras sinceras me interessam.

"Para que um bom relacionamento continue e seja agradável, é preciso não apenas suspeitar prudentemente, como ocultar discretamente a suspeita".
Stendhal

terça-feira, 15 de junho de 2010

Dia dos namorados

Minha aquariana amada, não sei como seria minha vida sem suas risadas e sem ter ela me pedindo comida o tempo todo... Eu só sossego quando ela fica feliz.
Eu amo tanto porque ela é minha irmã,
minha cara-metade feminina,
é o bom dia que eu não sei dar,é o meu bom humor quando raia o dia
e é ela que tem minha voz quando preciso pedir desculpas e não consigo.
Ela é o pedacinho que me completa.
É eterno porque é amizade,é amor,é de sangue!
Amigas até morrer!


A gente sempre brinca que namora e já faz quatro anos, tem até gente que acredita, mas você não poderia ter definido melhor: Em se tratando de confiança, amor, respeito, sim, nós namoramos porque somos melhores amigas... mas não, eu não transo com ela. E é por aí mesmo, já diz o ditado que amor sem sexo é amizade.

Passou mais um dia dos namorados e mesmo tendo que dar atenção ao seu namorado (de verdade!) você não esqueceu de mim, não esqueceu que sou uma canceriana bobona que adora corujas... naquele dia fiquei pensando em como um bichinho do meu tamanho pode conter tanto amor...em como os presentes podem eternizar os momentos até mais que uma foto,a Ellie é uma coruja gorda tão amada quando o Cleopaucius,ela leva consigo o carinho de duas irmãs.

E um dia,quando minha alma se for,minha filha vai encontrar essa corujinha e lembrará a importância de se ter amigos que transmitem seu amor a qualquer coisa em que tocam.
Obrigada amiga. Amo-te muito.

Porque eu fiz esse post se poderia simplesmente falar?
Você sabe que meu blog é a voz das coisas que não consigo dizer, é minha válvula de escape, é a liberdade de expressar minhas fantasias e de deixar voar minha imaginação ;)

sexta-feira, 11 de junho de 2010

Nossos sentimentos

Talvez você diga que
eu sou um sonhador
Mas não sou o único
Desejo que um dia
você se junte a nós
E o mundo, então, será como um só.
(John Lennon)
 
Hoje:

- O que te impede de ser feliz?
- Eu sou feliz. O estranho é a beleza e o prazer que sinto na dor e na tristeza e até nisso eu sou feliz!
Depois dessa pergunta gastei uns 47 minutos pensando no assunto.

Estou na melhor fase da minha vida... Eu consigo ver coisas boas aonde quase ninguém vê. Nada me impede de ser feliz, porque a felicidade está onde eu estou, ela caminha comigo e pede atenção até quando me vejo sem saída.

Experimente viver cada sentimento, vê-los como crianças chamando atenção e então deixará de vê-los como inimigos, descobrirá que você é humano e que tem todo direito de, por exemplo, ser egoísta... simplesmente porque egoísta não é tudo que você é.

Cada vez que o sol se põe nós temos a oportunidade de nascer um pouquinho diferentes... Se sou ciumenta demais, combinei com meu ciúme que darei a ele só 10 minutos do meu dia, e ele gentil que é, ás vezes nem aparece pra buscar esse tempo. Um dia desses me dei o direito de sentir ódio de uma pessoa, durante alguns dias eu odiei tanto que queria que ela morresse... até que meu ódio cansou,deu lugar à pena,que foi embora deixando só a tristeza...até não restar nada,só a saudade do abraço seguro que nunca mais terei.

Podemos nos transformar, nos purificar, porque no fim os sentimentos ruins estarão em harmonia com nossa vida...
Ninguém merece sofrer com nossos problemas,
Ninguém pode pagar nossas lágrimas, nós somos os responsáveis pelo que acontece!
Nós é que deixamos a raiva nos dominar e perdemos a oportunidade de ficar calados!
Nós é que deixamos o ciúme assumir nossos atos e aprisionamos pessoas que estão conosco por amor e não por obrigação!
Nós é que calamos quando deveríamos gritar!
Deixamos alguém nos chamar de filho da puta porque agimos como tal!
Morremos de pena de nós mesmos porque não temos um carro, e esquecemos que tem gente que não tem comida!
Valorizamos quem nos maltrata porque adoramos nos sentir vítimas da situação!

É irracional!Não suporto ver alguém reclamando da própria vida e agindo da mesma maneira todos os dias. Todo mundo sabe que não se pode mudar os outros, mas continuam tentando ao invés de mudar a si, porque são covardes demais, porque a mudança causa muita, muita dor e medo! Aprenda a amar sua dor,seja amigo do seu medo,faça o que você julga correto e veja tudo ao seu redor mudar.

Imagine como seria o mundo se amassemos o próximo como a nós mesmos...
É por isso que não me sinto impotente... porra...eu estou aqui,e quer saber? Eu amo tanta gente que não me ama.
O que eu sinto não é exatamente prazer na dor e na tristeza, o que eu sinto é que estou viva... O que me incomoda mesmo é a ausência de sentimentos. Não, eu não sou masoquista, o que eu quero mesmo é ser feliz, mas convenhamos ninguém é “feliz” o tempo todo, e enquanto as pessoas “afogam” suas mágoas, mascaram sua tristeza, eu as deixo tomar conta de mim.

Minha dor é na medida. E justamente por eu respeitar tanto meus sentimentos é que eles não me atrapalham mais, eu dou a eles o tempo de que precisam, eu os domino e não o contrário. Há algum tempo atrás decidi me tornar rainha de mim, e ninguém reina se o povo não for respeitado e ouvido.
Eu não tenho medo de amar, de gritar, de me apaixonar. Já não preciso mais fingir ou me calar.

Se eu me arrependo das coisas que já fiz?
Muito, mas se eu voltasse no tempo teria que fazer tudo de novo, pois tudo que passou me transformou em quem sou e eu me amo muito.

E aí? O que te impede de ser feliz?

Poliamor ou polichifre?


Responsável
1. Que responde pelos próprios atos ou pelos de outrem.
2. Que responde legal ou moralmente pela vida, pelo bem-estar, etc., de alguém.
3. Que tem noção exata de responsabilidade; que se responsabiliza pelos seus atos; que não é irresponsável.
Dignidade
1. Cargo e antigo tratamento honorífico.
2. Função, honraria, título ou cargo que confere ao indivíduo uma posição graduada.
3. Autoridade moral; honestidade, honra, respeitabilidade, autoridade.
4. Decência, decoro.
5. Respeito a si mesmo; amor-próprio, brio, pundonor.
Sincero
[Do lat. sinceru, ‘sem mistura’; ‘sem malícia’; ‘puro’.]
1. Que se expressa sem artifício, sem intenção de enganar; franco, leal.
2. Que se mostra disposto a reconhecer a verdade; franco, leal.
3. Dito ou feito sem dissimulação.
4. Verdadeiro, autêntico, puro.
5. Cordial, afetuoso.
6. Sem afetação ou disfarce.
7. De boa-fé; sem impostura ou malícia.


Você realmente acredita que é livre? A liberdade, segundo o dicionário, é “poder de agir, no seio de uma sociedade organizada, segundo a própria determinação; faculdade de praticar tudo quanto não é proibido por lei.” E tem gente que acha que ser livre é ser porra-louca,isso é anarquia. Ser livre é lutar com dignidade para que as coisas que você considera justas possam ser divididas legalmente com a sociedade, felizmente viver com pessoas significa também fazer concessões, respeitar a lei e o direito de todos.

Ora, não estou me referindo só às lutas sociais, quero liberdade nas relações amorosas.

Eu mal consigo acreditar em tudo que tive que passar pra perceber que sou responsável pelos outros, quem dera todos se responsabilizassem pelo que dizem e fazem. Eu não posso deixar meu sentimento de euforia me dominar a ponto de perder a noção de que eu posso machucar alguém, se fode aí, mas não faça coisas sobre as quais você pode perder o controle, isso é “dar sorte ao azar”! É perfeitamente normal sentir atração por outras pessoas fora da sua relação, mas existe um longo caminho entre sentir e agir.

Pra ser sincera não tenho nada contra poliamor (são relações interpessoais amorosas que recusam a monogamia como princípio ou necessidade.), porque o poliamor é consensual, tenho contra polichifre (São relações interpessoais amorosas que recusam a monogamia como principio ou necessidade, sem que os outros participantes da relação saibam disso.). Acho que é porque sofro de retardo mental que não compreendo, mas se você namora alguém e essa pessoa é monogâmica, e você sabe disso, mas não gosta, não devia terminar? Eu sei que parece fácil falando, mas quem disse que ser responsável, digno e sincero é fácil?
Fácil é enganar as pessoas como um covarde,
Fácil é roubar o tempo de pessoas que se entregam a você,
Fácil, fácil é ser mentiroso! É agir nas costas de quem, ás vezes, não come pra guardar seu almoço...
Fácil mesmo é golpear alguém que dorme ao teu lado!

Eu vou te contar o que é dor:
É amar alguém tanto e deixá-la ir embora pra ser feliz com outra pessoa.
É ver o cara que é tudo na sua vida beijar outra mulher porque você, mesmo apaixonada, terminou com ele porque sabia que não ia dar certo.
É dormir com frio no dia dos namorados...
Fazer as escolhas certas não é fácil e dói pra caralho!

Isso é dor. Isso, meus caros amigos, é sinceridade... E infelizmente ninguém disse que era fácil, não existe uma cartilha que ensine a fazer isso sem dor.
No entanto a recompensa é a consciência limpa, é se amar mais, é se sentir a mais forte das criaturas,porque nem sempre o que é certo,é fácil.
E ter a certeza que alguém no mundo pensa como você, que no fim você vai ser feliz sim, porque amar uma pessoa só ou várias é lindo, quando todo mundo é honesto. Afinal, o que é o amor senão a verdade e a vida?

Bem, não importa se você não acredita que o fogo queima, ele não vai te poupar porque você é cético... assim também tudo que você faz volta pra você.
Então carpe diem.

A flor que eu encontrei

Eu vi o olhar mais meigo...
Que me salvou tão gentilmente, nem sei se dos outros ou de mim mesma.
Que sem tanta força, me convenceu do que não consegui ali encontrar.

... E olhando em volta eu vi e não vi...
Era óbvio demais para ser...

Quem não queria estar ali
Ou avistar-me, não importa...

Estava em uma música, entre os dreads e na luz do sol...
Olhando ali, vi e não vi.
E ali por perto eu senti um beijo doce
Talvez... Não sei... Mas estranhei.
... Sou resistente... foram flashes...

Mas agora,ali eu enxerguei o que eu não poderia denominar sorte, ofensivo que seria,
Mas destino.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Virgem


Mata minha saudade sem querer
Se você soubesse o quanto esperei para ter notícias tuas...

Venci a morte para te encontrar de novo..

É tão difícil fugir de um compromisso que selamos antes mesmo de nascer, e aceitar que mesmo o destino tendo nos aproximado, as nossas escolhas podem adiar por mais outra vida o beijo que espero hoje.

Minha alma desconhece qualquer outra coisa desde o instante em que te vi... Por alguns milésimos de segundo eu nem sabia meu nome... a palavra "intimidade" se tornaria superficial se fosse usada.
Sei seu nome, sei onde mora, sei o nome do seu melhor amigo e sei que não posso ser sua.
Por enquanto.

Ele me desperta as sensações de uma droga... Minhas veias marcando sob a pele, o sangue correndo mais rápido.
Ele é minha inspiração.

Hoje eu não acredito em quase nada... São aqueles dias em que me sinto morta e a única vez em que fiz uma oração foi pedindo para que ele fosse feliz, e não importava se fosse com outra pessoa, que meus erros não acabassem com felicidade dele.
Não desejei fazer aquela oração, minha alma a fez.

Eu sei que qualquer dia descubro o gosto da tua boca...

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Da angústia que é não te ter


Pois é, não deu
Deixa assim como está, sereno
Pois é de Deus tudo aquilo que não se pode ver
E ao amanhã a gente não diz
E ao coração que teima em bater
avisa que é de se entregar o viver
Pois é, até onde o destino não previu
Sem mais, atrás vou até onde eu conseguir
Deixa o amanhã e a gente sorri
Que o coração já quer descansar
Clareia minha vida, amor, no olhar
Clareia minha vida, amor, no olhar
(los Hermanos)

Queria mergulhar no teu olhar para que sua alma sentisse a saudade que está em mim, a vontade de ouvir tua voz...
Tudo engasgado.

Meu grito,ás vezes abafado no travesseiro e outras liberto na multidão,chega até você em forma de sonho
Materializo essa espera nas palavras tão cheias da vontade de esquecer...
Como ousaria tentar?
Se teu cheiro substituindo o ar que eu respiro sobrepõe-se à lucidez e à razão
Se a ânsia que tenho em te ver confunde limite de espaço e tempo
E o ouço ecoar dentro de mim como se desde meu nascimento estivesse contigo.

E esse estrago,essa agonia,é a culpa por estar traindo meu sentimento, por estar tentando arrancar o cheiro de café e hortelã que você deixou impregnado na minha vida.

Para ser honesta,o que me dá força é ter a certeza de que você será muito feliz pois eu vou te amar por mim e por ela.

quarta-feira, 2 de junho de 2010

Canceriana


“Parece que o amor chegou aí... eu não estava lá, mas eu vi.”
Los Hermanos

Eu menti!
Apaixonei-me desde o instante em que me vi refletida nos teus olhos...
Menti porque teu sorriso é a última imagem que quero ter antes que a vida me deixe.

Menti porque o que posso fazer é estar ao teu lado,
Tanto faz se você não sabe...
Se você não pode...
Se você não quer...

Eu acordo todos os dias ao teu lado, demoro te olhando, me espreguiço... te acordo beijando teu pescoço,depois tomamos café... Então sinto o gosto da tua boca, do teu corpo e ali mesmo, na bancada da cozinha, fazemos amor...

É uma sensação estranha, que se consome na xícara de café, em um cigarro, em um dia de chuva...

Não me parece normal sentir tanto prazer no sofrimento,
Não é normal não se importar.

“É pode ser que a maré não vire. Pode ser de o vento vir contra o cais. Pode ser da vida acostumar. Será?
Sobre estar só eu sei... nos mares por onde andei...devagar...dedicou-se mais o acaso a se esconder e agora o amanhã,cadê?”
Los Hermanos