quarta-feira, 21 de abril de 2010

Estrela Cadente


Quase sem querer...
Foi que toquei seu ombro
Foi que mudei de assunto
Revirei meu mundo sem te encontrar
Como um espelho reflete tudo que te dou... Beijo ardente... Olhar safado...
Mais doce que a brisa fugida da prisão da tristeza, me liberta de mim mesma, do amor perdido...
Derreti em seus braços
Quase sem querer... Quase.
Ele é aquilo que é, simplesmente sorriso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carpe Diem,Tempus fugit.