quinta-feira, 11 de março de 2010

Pra nós toda paixão do mundo

Meu amor tem um sorriso malicioso
Um jeito de me fazer sofrer
De me fazer implorar pela dor
De me machucar com jeitinho
Nasce um sorriso discreto na minha boca enquanto detalho suas curvas,seus lábios,sua alma...
Fere meu ego, me maltrata pelo descaso
Seu olhar amaldiçoa minha existência...
Essa paixão não pode morrer, pelo simples fato de que não há possibilidade de vivê-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Carpe Diem,Tempus fugit.