quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Bala de menta


Hoje eu sou qualquer coisaPapel,bicho de pelúcia,telefone sem fio,tristeza,desamor,bala de menta,insegurança,canequinha de café,cartilha de ABC,pão com requeijão,palavras cruzadas...Hoje eu descobri que eu não sou ninguém.

Um comentário:

Carpe Diem,Tempus fugit.